domingo, 28 de outubro de 2012

A força da simplicidade

Venho compartilhar algumas coisas que me tocam. Da força que temos junto às coisas simples.

 Quero então começar dizendo a respeito do poder do Anjo da água, que por vezes passa despercebido em nossa rotina. 

Dias atrás eu estava com uma dor no braço, me saiu uma inguá e inchou uma bola que doia com o mais leve toque. Foi então que me lembrei do poder que há contido no Anjo da água (chamo assim pois é um dos elementos de maior capacidade de gerar vida no planeta Terra). Enchi um copo da torneira, e rezei dizendo: "Anjo da água, eu te abençõo. Anjo da água, Deus te abençõa neste momento. Eu invoco o poder do Anjo da água. Anjo da água, entra no meu corpo e leva a água da vida a ele. Eu peço que tu cure o meu braço." E mentalizei o ponto onde eu gostaria que Ele atuasse. Meu braço ficou curado no dia seguinte. 

Pode parecer duvidoso isso que estou escrevendo. Não julguei, no entanto. Estou compartilhando uma experiência, somente isso.

Descobri que não são técnicas ou conhecimento que nos habilitam a curar, mas a força da simplicidade. 

Relato agora outro ponto. 

Outro dia fiz um atendimento em uma pessoa. Começo geralmente soprando a fumaça do cachimbo com tabaco. Não sei explicar o funcionamento disso, apenas aprendi isso sendo ajudado em outros momentos por outras pessoas que trabalham com isto. No meio do atendimento que eu estava fazendo, comecei a passar mal, muito mal, a ponto de querer parar ali mesmo o atendimento. Me lembrei, porém, que um amigo, no dia anterior, havia me falado da utilização de ervas para limpar e curar as pessoas. Sai imediatamente da sala e fui no pátio buscar arruda e alecrim. Quando entrei na sala novamente, não tenho como explicar o que aconteceu, me senti completamente renovado e vi a energia do ambiente se modificar, como se houvesse sido renovada, higienizada, por aquelas ervas que eu continha em minhas mãos.

 Aqui em Porto Alegre conheço pessoas que trabalham com muito respeito ajudando outras nestes atendimentos. 

Compartilho de amizades de outras pessoas que trazem cura através da música e do canto.

Vejo que há consistência e aplicação no que fazem, o que me gera confiança. 

E, em grande parte, percebo que elas se posicionam sempre como ajudantes de forças que estão disponíveis para o bem dos seres humanos. E percebo que essa força atua por meio do coração e do uso da simplicidade no que fazem. 

Compartilho, aqui, do Espirito dessa força que nos instrui a dizer sempre que precisarmos dela: "Eu estou aqui só para ser verdadeiramente útil. Eu estou aqui para representar Aquele Que me enviou. Eu não tenho que me preocupar com o que dizer ou o que fazer, pois Aquele Que me enviou me dirigirá. Eu estou contente de estar onde quer que Ele deseje, sabendo que Ele vai comigo. Eu serei curado na medida em que eu permitir que Ele me ensine a curar".


Nenhum comentário:

Postar um comentário