domingo, 28 de outubro de 2012

Estamos fazendo o melhor que podemos!


Tem sido significativo para mim poder dizer isso ao final do dia e também ao começar ele. Cansei da luta comigo mesmo. Tenho me permitido ser confortavelmente imperfeito. Notei que a energia da cobrança, exigência e culpa, me afundam justamente naquilo em que mais faço força para transformar dentro de mim. E parece que aprendi a não dar margens para erros e imperfeições, como se isso revelasse minha vulnerabilidade e fraqueza. Mostrar-se vulnerável e aceitar-se como se é, é a nossa maior fortaleza! Só assim posso dizer-me: "Tu está fazendo o teu melhor, continue. Eu estou aqui contigo para te apoiar, te encorajar, te dar motivação. Tu não está sozinho." Está surgindo este tipo de diálogo interior, pois estamos querendo aprender. Ser gentil consigo cria espaço interno para confiança em si mesmo(a).


..

Nenhum comentário:

Postar um comentário