domingo, 28 de outubro de 2012

Dicas de Comunicação Não-Violenta para nossos tempos de manifestação política!

1) A diversidade política faz parte da realidade. Não é ela que temos que eliminar, mas sim o sentimento de separação que cria hostilidade e ódio entre as pessoas.
2) Seja você mesmo(a), é seu direito afirmar seus valores e necessidades políticas. Apenas, aprenda a fazer isso sem usar mão de julgamento contra aqueles que não adotam o seu ponto de vista. Se continuar a fazer isso, saiba que a sua vontade está sendo inspirada pelo desejo de poder e não pelo de unidade. E isto intoxica o nosso ser, pois a ilusão de poder realça a separação entre as pessoas, em lugar de conectá-las;
3) Procure se identificar com o seu Ser e não com as suas ideias ou valores. Caso contrário, é forte a tendência de emergir a violência, já que veremos inimigos em todos aqueles que não adotarem nossas crenças. Iremos atacar por causa desse sentimento de separação. Lembre-se que só quem ataca é quem se percebe fragilizado e isto é uma percepção falsa;
4) Ao se identificar com suas idéias e valores, a sua personalidade naturalmente desenvolve um sentimento de separação e isto irá gerar medo e disputa pelo poder;
5) Ao ouvir notícias dos jornais ou ver postagens no facebook que não podem ser transformadas em algo construtivo, procure assistir essa emergente energia de luta pelo poder como um observador desapegado. Tente ver as coisas de um ponto de vista mais distante, com confiança. Do contrário, a irritação ou a frustração irão debilitar sua energia.
6) Se a sua vontade estiver sendo inspirada pelo desejo de poder e não pelo de unidade, você irá atacar com julgamentos todos aqueles que não adotarem suas crenças políticas. Isto aumentará seu nível de medo e o distanciará mais ainda do seu próprio Ser;
7) Lembre-se de mover a sua energia na direção daquilo que você quer construir, ao invés de continuar lutando contra aquilo que você não quer. Geralmente quem resvala para o papel de vítima é quem luta e persegue culpados e neste papel você nunca irá encontrar a energia da solução.
Tiago Bueno
Comunicação Não-Violenta
Porto Alegre

Nenhum comentário:

Postar um comentário